PALESTRAS E DEBATES

Nesta seção, você encontra algumas das palestras que realizei, sozinho ou em conjunto com outros colaboradores. 

(Última atualização: abril de 2022)

Dinheiro do futuro: criptomoedas e CBDC c/ Daniel Kosinski e Ernani Torres - Sistema Financeiro em Debate #9 - Instituto de Economia (UFRJ)

Daniel S. Kosinski, Ernani Torres Teixeira Filho, Norberto Montani Martins e Luiz Macahyba

2 de junho de 2021

Resumo

Nas últimas semanas um dos temas centrais da pauta econômica foi o dinheiro do futuro. De um lado, a bitcoin, antes celebrada, sofreu com uma abrupta e violenta desvalorização, respondendo às questões colocadas pela ineficiência energética associada à sua mineração. Outras criptomoedas, em seu turno, continuam a disputa por ser o criptoativo do momento, num processo aberto de concorrência e que gera grande volatilidade. De outro lado, os bancos centrais avançam na discussão sobre introdução de moedas digitais, conhecidas pela sigla em inglês CBDCs (central bank digital currencies). O projeto de uma moeda digital já vem sendo operacionalizado na China, ao passo que o Federal Reserve anunciou que em breve publicará um estudo sobre um dólar 100% digital. Também o Banco Central do Brasil anunciou os princípios que nortearão as discussões sobre o real digital em nosso país. Esses desenvolvimentos não são meramente conjunturais. Eles trazem para o centro do debate mudanças que podem alterar estruturalmente como os sistemas financeiros se organizam e operam. Para entender essas questões, o Sistema Financeiro Em Debate receberá Daniel Kosinski e Ernani Torres para uma mesa redonda. Kosinski é doutor em Economia Política Internacional e lançou em 2020 o livro “Bitcoin e criptomoedas: a utopia da neutralidade e a realidade política do dinheiro”. Torres é professor do IE/UFRJ. 

Duração total: 1 hora e 44 minutos

Resumo

Na live de lançamento do livro "Bitcoin e criptomoedas: a utopia da neutralidade e a realidade política do dinheiro", debato com dois convidados especiais - o Prof. Dr. Valter Duarte Ferreira Filho, professor titular (IFCS-UFRJ) e professor adjunto de Ciência Política (Uerj); e Guto Martino, Marketing Manager da Hathor Network - diversos temas desenvolvidos nesta pesquisa, tais como: as origens intelectuais e o projeto político associado ao bitcoin; a sua inevitável "politização"; e a sua apropriação, assim como a das tecnologias que lhe servem de base, pelos governos. Debatemos, também, desenvolvimentos subsequentes das chamadas "criptomoedas" como o surgimento das Central Bank Digital Currencies e o fenômeno da Decentralized Finance (DeFi). 

Duração total: 1 hora e 43 minutos

Live de lançamento do livro "Bitcoin e criptomoedas: a utopia da neutralidade e a realidade política do dinheiro"

Daniel S. Kosinski, Valter Duarte Ferreira Filho, Guto Martino e Editora UFRJ

25 de março de 2021

Industrialização, Soberania e Segurança Nacional: o Brasil e a crise da Covid19

Daniel S. Kosinski 

23 de outubro de 2020

Resumo

Nessa palestra, dividida em quatro partes, abordo a difícil situação do Brasil durante a pandemia da Covid19 a partir dos seguintes pontos: a descoberta teórica das relações históricas entre a industrialização, a segurança e a soberania nacional; o chamado Complexo Econômico-Industrial da Saúde (CEIS) e as suas relações com a segurança de saúde e a autonomia estratégica nacional, principalmente no contexto brasileiro; a problemática da desindustrialização do Brasil nas últimas décadas e as graves consequências que esse fato vem implicando para o país, principalmente no contexto da pandemia; e necessidade imperativa de que o Brasil retome a sua industrialização nos próximos anos, elencando algumas das razões para isso.

Duração total: aprox. 53 minutos

O Neoliberalismo e a privatização do dinheiro

Daniel S. Kosinski, Fernando Silva Azevedo e Valter Duarte Ferreira Filho

Festival do Conhecimento UFRJ 2020 - 21 de julho de 2020

Resumo

Nessa palestra, debatemos sobre a natureza política do dinheiro e algumas propostas em favor da sua privatização como o ideal das moedas de emissão inteiramente privada apresentado pelo austríaco Friedrich Hayek, as iniciativas de concessão de "autonomia" para os bancos centrais e o surgimento do bitcoin e das demais criptomoedas descentralizadas. Além disso, discutimos também o emprego do dinheiro como armas nas relações internacionais através das sanções financeiras e das guerras. 

Duração: 1 hora e 55 minutos

EPICast - O pensamento nacionalista na Economia Política: Petty, Hamilton, List e Chang

Daniel S. Kosinski e Bruno Hendler 

Junho de 2020

O pensamento nacionalista na Economia Política: Petty e Hamilton - Parte 1

Resumo

Para dar início ao EPICast contamos com a participação de Daniel Santos Kosinski, que é Cientista Social (UFRJ), mestre em Ciência Política (UFF) e doutor em Economia Política Internacional (UFRJ). Nesta entrevista, que está dividida em dois episódios, discutimos a atuação política, a obra e as bases do pensamento de dois autores clássicos do pensamento nacionalista da Economia Política: o inglês William Petty e o norte-americano Alexander Hamilton. Entenda a relação entre desenvolvimento econômico, geopolítica e segurança nacional e como esses fatores foram fundamentais para as hegemonias da Inglaterra e dos Estados Unidos nos séculos passados.

Duração: 49 minutos

O pensamento nacionalista na Economia Política: List e Chang - Parte 2

Resumo

O segundo episódio do EPICast é a continuação do papo com o Daniel Kosinski sobre o pensamento nacionalista na Economia Política Internacional. Descubra como princípios da obra de Friedrich List como protecionismo comercial, fomento da indústria e das forças produtivas nacionais e combate ao liberalismo inglês foram fundamentais para a unificação da Alemanha em 1871 e para a sua transformação em uma potência industrial nas décadas seguintes. Também entenda mais sobre o pensamento e a obra do sul-coreano Ha-Jong Chang e sua crítica à discrepância do discurso de países ricos, os “maus samaritanos”, que pregam liberalismo e abertura econômica aos mais pobres, mas que “chutam a escada” ao praticar protecionismo e enquadrar suas elites econômicas em verdadeiros projetos nacionais de desenvolvimento. Por fim, descubra como a ascensão chinesa pode ser interpretada a partir da perspectiva nacionalista de EPI.

Duração: 51 minutos